Coletivo Fala Akari

Rio /

O COLETIVO FALA AKARI COBRA A EXECUÇÃO DE MARIELLE FRANCO

Nós, integrantes do Coletivo Fala Akari, sabemos que “lamentar” apenas é o quase o mesmo que não se posicionar com a força precisa. Por isso pedimos atenção a esse ocorrido.

Marielle Franco era uma mulher negra e favelada que, assim como muitos de nós, foi EXECUTADA PELO ESTADO. Não, nós não estamos aqui afirmando que foi o Batalhão X ou Y, mas estamos dizendo que, mesmo com outros lugares no Brasil com números de violência bem maior que o Rio de Janeiro, se este estado está na situação que está ninguém além do estado é o maior culpado de mais essa morte.

Marielle Franco esteve na última semana ajudando o Coletivo Fala Akari a denunciar publicamente o que a Favela de Acari está passando nas mãos do braço armado do estado, mais especificamente o 41º Batalhão da Polícia Militar, o 41BPM, inclusive no fim de semana saiu uma matéria no Jornal O Dia onde ela falava sobre o que vem acontecendo aqui na nossa favela há MUITO TEMPO.

Essa mulher estava na luta CONTRA A OPRESSÃO DO POVO NEGRO E FAVELADO e muito provavelmente foi morta de forma tão violenta.

Prestamos solidariedade aos familiares, amigas e amigos de Marielle Franco e de Anderson e seguimos dizendo que:

#NãoIrãoNosCalar #NossosMortosTêmVoz #EstadoAssassino #AsVidasNegrasImportam #AsVidasNasFavelasImportam

Otros posts

Coletivo Fala Akari

Caribe /

OS QUE LUTAM E OS QUE MATAM Matéria de Martín Stoianovich | Boletin enREDando Las que luchan y los que matan

Coletivo Fala Akari

Caribe /

TERRORISMO DE ESTADO EM ACARI Ameaças aterrorizam moradores e ativistas que denunciam violência policial em [...]

Coletivo Fala Akari

Caribe /

41° BPM CONTINUA SUA SAGA DE EXTERMÍNIO Nós, do Coletivo Fala Akari, acabamos de receber a denúncia de que policiais do 41°BPM estão no Morro da Pedreira em uma suposta operação. Os tiros são [...]